20111031

[alô mirtes!]





freguesa: - oi, você trabalha aqui?

(próximo concurso cultural será com essa temática sim ou claro?)

livreiro: - sim, senhora, eu trabalho.

(freguesa enfia a mão na bolsa e puxa um celular)



freguesa: - então recarrega pra mim com 25 reais?



*BOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOM*


manual prático de bons modos em livrarias: estamos quase lá, feras. vender sabão em pó na livraria é nosso maior sonho. acreditem.
[bang bang]

amor compartilhado pelo freguês @djee

(sábado à tarde. livreiro bem vestido, bem lindo, todo trabalhado nas últimas tendências da moda, circula pela livraria LOTADA, com crianças enlouquecidas e pais..OH WAIT, não há pais pelo local. de repente, ao passar pela entrada da livraria, percebe uma estranha movimentação do lado de fora)

- I TOLD YOU! LOOK! I TOLD YOU!

(era uma mulher fazendo a vibe vlogger louco, gritando. livreiro olha para o corredor do shopping e dá de cara com três sujeitos encapuzados, carregando metralhadoras. TODOS GRITA. TODOS CORRE. PÂNICO. livreiro escuta alguém dizer que vai fechar a porta, mas não pensa duas vezes e corre até a saída de emergência, acompanhado pela freguesa gringa)

- THIS WAY!

(livreiro mostra a saída para a freguesa e correndo como se não houvesse amanhã,  acaba saindo do shopping. (HAHA) ele corre tanto, mas tanto, que vai parar em um MORRO, onde estava sendo realizada uma OBRA e havia, senhoras e senhores, até um trator. com a palavra, a vítima: "eu só percebi o desespero quando notei que estava agachado atrás de uma das rodas do trator, com o telefone (sem fio) da livraria no bolso. mesmo tremendo, resolvi ligar para a loja.")

- GENTE, O QUE ACONTECEU? POSSO VOLTAR?

- mas meu deus, onde você está? não foi nada demais.

(sua louca, não foi nada demais? eu quase fui assassinado!)

- GENTE, EU ME ASSUSTEI. POSSO VOLTAR?

- HAHAHAHAHAHAHAHAHA.

(q)


manual prático de bons modos em livrarias: prezados assaltantes, a gente compartilha da opinião de que roubar livros/cd's/dvd's não deveria ser considerado crime em nenhum lugar do planeta, visto que vocês estão tentando adquirir conhecimento através da "arte". mas, por favor, nos deixem fora do assunto, certo? obrigada.


up: confesso que pouco entendi do causo, mas nada vai me tirar da cabeça a imagem de um livreiro correndo pelo shopping com o telefone da livraria em mãos. 
[de mulher pra mulher]

amor compartilhado pela linda @renatabrabo



freguesa: - boa noite, tem "vestido de noiva"?

livreira muito louca de soda: - não vendemos roupas aqui, senhora.

manual prático de bons modos em livrarias: ai, colega, eu entendo o seu cansaço, mas vai lá sentar no cantinho pra pensar na vida, vai. TABEF.

20111028

[oi, por favor, vocês vendem livros aqui?]


resposta: BANG

vocês foram absurdamente geniais e olha, difícil, muito díficil escolher UMA resposta para a infâme pergunta: "oi, vocês vendem livros aqui?". ENTÃO, mudança de planos: teremos três vencedores. o primeiro lugar leva o "viúva grávida", como prometido. os outros dois, receberão um livro-carinho surpresa, certo? certo. então, bóra lá ler as melhores respostas e, claro, conferir os nomes da santa trindade genial, no final do post.


- oi, vocês vendem livros aqui?
- não, é que a carne acabou, pra não deixar as prateleiras vazias, colocamos esses livros, mas são só pra olhar. (marcelo loppes)

- oi, vocês vendem livros aqui?
- é pavê ou pra comer? (luiza sposito vilela)

- oi, vocês vendem livros aqui?
- não, vendemos cérebros. quer que embrulhe ou já vai usando? (filipe chamy)

- oi, vocês vendem livros aqui?
- não, a gente troca por dinheiro. (wagner carvalho)

- oi, vocês vendem livros aqui?
- na verdade, vendemos prateleiras. os livros são enfeites, meramente ilustrativos (camila alves)

- oi, vocês vendem livros aqui?
- mais ou menos isso. nós vendemos sim livros aqui, porém são vendidos somente aqueles ótimos para fazer fogo, e só vendemos se forem utilizados com essa finalidade. (mayara santos)

- oi, vocês vendem livros aqui?
- não, o "aqui" é distribuído pela editel, minha senhora. mas se quiser, vendemos cartão telefônico para a senhora poder ligar e pedir um.

- oi, vocês vendem livros aqui?
- não, aqui é só papelaria, mas os cadernos já vem com os escritos para poupar o uso do cérebro. (paula sergi)

- oi, vocês vendem livros aqui?
- não, mas jogamos búzios e trazemos a pessoa amada em tempo recorde. (paula moura)

- oi, vocês vendem livros aqui?
- não, aqui é uma petshop especializada em ração para traças de estimação (ad lamin)

- oi, vocês vendem livros aqui?
- sim, o que você quer decorar com eles? estante, prateleira ou armário. (mariana paixão)

- oi, vocês vendem livros aqui?
- não, meu amor, este espaço é reservado ao cultivo de traças, ácaros, mofo e espécies peculiares do gênero. um zoológico alternativo. (sieglynnd stockhausen)

oi, vocês vendem livros aqui?
- não, vendemos lenha. nas compras acima de 50 reais, o marshmallow é de brinde. (kadu vido)

- oi, vocês vendem livros aqui?
- moço, isso é um velório. tenha respeito. (reginaldo nepomuceno)

- oi, vocês vendem livros aqui?
- astronauta? (papa ismael at schonhorst)

- oi, vocês vendem livros aqui?
- não, fio, aqui é ponto de ônibus. sabe se o 492 passa aqui? (carol rodrigues)

- oi, vocês vendem livros aqui?
- 42. (sandrine monte knopp)

- oi, vocês vendem livros aqui?
- não, vendemos travesseiros rígidos. (talita bueno)


E, AGORA, OS VENCEDORES:

medalha de bronze:

- oi, vocês vendem livros aqui?
- senhor, eu sou um peixe. (guilherme assis)

medalha de prata:

- oi, vocês vendem livros aqui?
- não, esses livros são brindes para quem compra o marca-páginas. (natália peixoto)

MEDALHA DE OURO É TETRABRASIL:

- oi, vocês vendem livros aqui?
- não, minha senhora, não são livros. são os fiéis companheiros de pessoas sem vida social, sexual e que criam gatos em casa. fornecemos aos nossos clientes uma espécie ímpar de masturbação intelectual. interessada? (sieglynnd stockhausen)

manual prático de bons modos em livrarias: vocês são foda, sério mesmo.

20111027

[fregueses x computadores x livrarias x lanhouses]


amor compartilhado pelo freguês leonardo. ♥

(mais uma tarde de labuta. chega 2012, o mundo acaba, mas outubro não termina. enquanto pensa na revolução dos bichos em wallstreet, livreiro é abordado por um freguês deveras educado)

- olá, boa tarde. gostaria de encomendar um livro, por favor.

(livreiro faz todo o processo da encomenda, sem acreditar naquele raro atendimento cheio de paz e equilíbrio natalino. porém, a vida é uma caixinha de surpresas explosivas, não é mesmo? pois bem, o freguês, já com o recibo de pagamento do pedido em mãos, faz a seguinte pergunta)

- se não for incômodo, você poderia consultar o cinema pra mim?


- o senhor deseja consultar se temos algum filme disponível?

- não, eu quero saber a programação do cinema. você pode ver o que está passando no cine X ou no cine Y? pode verificar aí no seu computador?

(claro que podemos! também fazemos o seu mapa astral por apenas 9,90 por mês! faça o seu cadastro agora mesmo aqui)


manual prático de bons modos em livrarias: o freguês do causo acima até que foi banhado de amor e pediu para o "mocinho" verificar. porém, não é raro encontrar gente da clientela mexendo nos computadores da livraria para acessar o twitter, ver a programação do teatro, o endereço do motel mais próximo, dentre tantas outras coisas. QUÉDIZÊ, nem pra consulta de livro é. daí o que a gente faz? dá na cara do freguês? claro que não. e por que? porque livreiro é tudo "maravilhoso, conselêro, deus forte, pai da eternidade e princípe da paz". não sabe se pode usar o terminal de consulta de determinada livraria? pergunte. já foi dito aqui uma vez e fazemos questão de repetir: nós não mordemos e o amor rola solto.

20111026

[enquanto isso, na comunidade hippie]


tá rolando uma promoção mór bacana. quer ganhar um exemplar do maneiríssimo "a viúva grávida"? clique aqui e saiba como. :)

20111025

[tirem as crianças da sala]

piquititico assim ó

minha gente, eu costumo redigir os causos que vocês me enviam, antes de publicá-los aqui no manual. é um cuidado que eu tenho, gosto de deixar todos com o mesmo formato e mimimi. sofremos de toc? sofremos. mereço ser amada ainda assim? mereço. no entanto, hoje recebi algo tão ________ (insira aqui o seu adjetivo psicodélico favorito), que não tive coragem de mudar uma vírgula sequer. e, olha, já adianto: o causo é polêmico e não deve ser lido, em hipótse alguma, por crianças menores de oitenta anos. sendo assim, tire a sua sandy da sala, pegue a sua pipoca caseira e venha ficar verde que te kero koko.

amor compartilhado pelo freguês diogo. ♥

"meu PRIMEIRO DIA como livreiro. loja lotada, evento de lançamento no fundo da loja e eu, novato sorridente, andando pela loja pra me familiarizar com o ambiente, seções etc. passando perto da seção de fotografia, um senhor de tipo 50 e alguns anos me chama:

- mocinho, mocinho, por favor.

(já começa aí, né. mocinho meu cu)

- q

- sobre o que é esse livro? *THE BIG PENIS BOOK*

(começo a tremer, obviamente, porque, né, oi, é um livro de PAU GRANDE SENHOR)

- então, é um livro assim, meio engraçado, de fotografias antigas de homens que têm.. ahm, digamos: homens avantajados, sabe? tem também dos seios e vai sair o da bunda.

- NOSSA, achei incrível.

dai o senhor começou a falar sobre a admiração que ele estava sentindo ao ver tal livro, e como era surreal e como ele duvidava que era verdade. comecei a me afastar, mas ele sempre me chamava pra mostrar no dedo algum DETALHE que ele tinha achado interessante. chegou a dizer que "esse aqui equivale a um fist fucking, não acha?"

no final das contas, só me lembro que o nego virava uma taça de vinho atrás de outra e ficava me rodeando. quando a loja acalmou, ele chegou em mim e disse que tinha gostado da minha camisa e tentou abir um botão. SIM, JURO. dai eu surtei, sai correndo, comentei com uma amiga livreira "TEM UM CARA ME ASSEDIANDO HELP" mas, né, af, novato. bom, me afastei do cara e subi pro mezanino (onde ficam os banheiros) e quando to descendo de novo, bingo. tá o velho na porta do banheiro com a benga de fora me chamando 'VEM CÁ, VEM'.

sim, o cara mostrou o pinto pra mim na livraria.
resultado: TRAUMA.

episódios parecidos se repetiram incontáveis vezes na minha vida de livreiro, como quando um homem casado queria sair comigo porque a esposa dele "não fazia direito" e o cara que fingiu encomendar um livro só pra eu anotar meu telefone no papel pra ele me ligar depois."


manual prático de bons modos em livrarias: avc eterno.

20111023

[james bond, pega o bonde]


(noite de domingo, livraria prestes a encerrar o expediente)

freguesa: boa noite, tem aquele livro do JAMES BOND, "a alma imoral"?

livreira: o do nilton bonder, né? só um instante.

(a semana PROMETE. vamos acompanhar)

manual prático de bons modos em livrarias: canta comigo, brasil.

em tempo: cês repararam que o manual tá uma lindeza só, né? o responsável pela oitava maravilha do mundo é o freguês e camarada chico, do blog contexto. aliás, o site do garoto é +qd+, recomendo com amor e carinho. ♥

20111020

[homenagê]

Olá, sou fã do blog e em um desses momentos sem nada pra fazer (tenho vários, já que não trabalho), resolvi "homenagear" o blog desenhando uma tira. A tirinha é boba, mas a intenção é boa rs. Abraço e continue divertindo a manolada :)

freguês Wagner "Magrello" Carvalho


(para aumentar, favor clicar aqui)

manual prático de bons modos em livrarias: HAHAHA :~
[virgem surfistinha]


enquanto isso, gabriel gárcia márquez, leitor assíduo do manual, RIALTO


- mocinha, boa tarde, tem aquele livro do gabriel garcía márquez, o "memórias da minha virgem puta"?

(virgem e puta? tô confusa)

- não seria o "memória de minhas putas tristes"?

- não, não. é um novo aí, que ele lançou há pouco tempo.

(novo de 2004? sei)

- olha, o último livro do gabo (DESCULPA SE SOU ÍNTIMA) publicado é o "eu não vim fazer um discurso". o que a senhora está procurando deve ser o "memórias da minha puta triste" mesmo.

- não, não. eu li sobre esse livro numa revista... é "virgem puta" mesmo.

(vem gente, vem disputar o título de rei da paciência do baile)

- então, não existe nenhum livro com esse título.

- tudo bem, eu vou confirmar o nome e depois eu volto.

- certo. :)


manual prático de bons modos em livrarias: fregueses, vocês acham que é possível manter uma relação de amor verdadeiro sem confiança? não, né? portanto, pedimos encarecidamente que confiem em nós. caso isso não seja possível, recomendamos a utilização do kit-memória: google+papel+caneta. ♥

20111018

[♥]

não, não é causo. mazaimeodeosdocéo.



não sei vocês, mas eu sou tarada pelos personagens do liniers (e tem como não amar?). daí ontem, chegou aqui em casa (cabô a greve dos correios? tarra na hora) essa belezinha que vocês estão vendo acima: sim, a henriqueta COM o fellini! e a responsável por tamanha delicadeza é cláudia da loja arte da mamma. e no site dela tem vários bonecos inspirados em personagens literários. é de derreter o coração do caboclo, sério. dúvida? olha esse kit do pequeno príncipe. puro amor! ♥

20111017

[água para elefantes]

amor compartilhado pela freguesa marina (melhor causo de todos os tempos)


freguesa chega para o segurança da livraria (segurança, livreiro, tudo a mesma coisa) e pergunta: "vocês têm 'água para elefantes'?". segurança olha em volta e diz: "senhora, aqui eu acho... ah! ali ó" (aponta para o starbucks). "se eles não tiverem, é só a senhora sair da loja e virar a esquerda que lá nos sanitários têm".


APLAUSOS

manual prático de bons modos em livrarias: depois dessa, já posso fechar o blog, né?

20111014

[sexta do freguês - dia 2]

relato da freguesa julia rocca, que pediu suco de maracaujá e, enfim:

freguesa: oi, eu queria dar uma olhada nos livros sobre o autor que eu estudo no mestrado. tem como você consultar pra mim? o nome dele é wittgenstein.

(ela me mostra na tela os livros e verificamos que não há nenhum deles disponível na livraria. tudo bem, normal, sem problemas, afinal wittgenstein não é assim tão fácil de achar)

livreira: você não quer dar uma olhada nos livros do heidegger? do heidegger a gente têm!
(cadê o orelhão pra gente ver a diferença entre alhos e bugalhos?)

freguesa: er... não. obrigada. deixa pra outro dia. por enquanto vou continuar estudando o wittgenstein mesmo.

manual prático de bons modos em livrarias: caros colhégas, a freguesa pede pra avisar que filósofos com nome esquisito não são tudo uma coisa só.

20111013

[tricô na livraria]

e aí? todo mundo foi passar o feriado no café da livraria? que beleza, que maravilha. pois bem, reuni alguns dos melhores depoimentos lá da nossa comunidade hippie para publicar aqui. não vou citar os nomes dos livreiros envolvidos no crime (a não ser que queiram), mas é tudo amor compartilhado por gente bonita daquelas bandas. acompanhem:


freguês: - moço, tem o apanhador de pipas?

livreiro: - no campo de centeio?

freguês: - ai, não sei, a menina falou apanhador de pipas. será que é esse?

(será que eu chego?)


***

freguesa: - boa tarde, tem o livro daquela menina famosa?

livreira: - mas qual menina?

freguesa: - aquele lá, o "anne frank, drogada e prostituída".

livreira: - não seria "o diário de anne frank?

freguesa: - acho que sim, mas ela não também não foi drogada e prostituta?

(poderia ser também "o doce veneno de anne frank". quer dizer)


**

freguesa: - tem "o vendedor de sonhos" do augusto cury?

(livreiro prontamente entrega o livro à freguesa)

freguesa: onde tem mais livros sobre simbologia?

(WHAT?)

**

freguesa: - sabe aquele livro do chuchu?

livreira: ...

freguesa: - é, aquele sobre a infância dele.

(mas desde quando tem biografia sobre o geraldo alckmin por aí, minha gente?)

livreira: - perdão, mas de quem a senhora está falando?

freguesa: - aquele cara famoso, PRESIDENTE da inglaterra.

(e a vontade de largar tudo e falar: não, marlene, vou pra casa)

livreira: - seria o churchill?

freguesa: - churchil? haha, vocês têm um sotaque tão engraçado.

(SABE)

**

livreira: - o sobrenome da senhora é souza com "s" ou com "z"?

freguesa: - claro que é com "s", né? caso contrário, seria ZOUZA.

(zouza total?)

**

freguesa: - moça, tens mad max?

livreira: - vamos ali na parte de áudio.

freguesa: não, é livro.

livreira: - você quer algum livro sobre o filme?

freguesa: - acho que é.

(livreira joga no sistema e encontra dois: um por encomenda e outro fora de catálogo)

freguesa: isso é impossível!, acabou de sair a nova edição desse livro. eu e meu filho vimos aqui na semana passada!

(enquanto a livraria tenta explicar para a senhora de que aquilo era impossível, ela bate o olho em algo e grita com cara de poucos amigos)

freguesa: ACHEI!

conclusão: era o vade mecum de direito. beijos.

manual prático de bons modos em livrarias: diálogos surreais, medo e delírio, memória inimiga, tudo junto e misturado, livros inexistentes... é, fregueses, o mundo gira, a lusitana roda, e vocês continuam iguais. ♥

20111010

[alô, mirtes? fala rápido, eu tô no orelhão!]


amor compartilhado pelo freguês v., dono absoluto do meu coração por ter enviado 215 causos de uma só vez ♥


freguês: boa tarde, vocês têm "orelhão"?

(a gente já chegou num estágio que... enfim, até explicar cansa. bóra ser educado e apenas responder a pergunta do jovem)

livreiro: olha, tem no shopping, senhor. é só seguir o corredor e virar à direita.

freguês: como assim, não tem aqui na loja de vocês?

(e a vontade de responder: aqui não, mas no mc donalds tem um com molho especial)

livreiro: não. não tem orelhão aqui, senhor.

freguês: COMO NÃO? vocês não vendem orelhão aqui?

(EU HEIN?! "como não?" oi? estamos falando da mesma coisa, bial?)

livreiro: vender... orelhão? cartão? ficha telefônica?

freguês: não, dicionário! aquele dicionário grandão!!!

(pedro de lara lá lá lá lá lá lá)

livreiro: ah, o aurélio. só um instante.

manual prático de bons modos em livrarias: fregueses alfabetizados na língua francesa, por favor, colaborem. nosso cursinho de idiomas é basicamente musical. obg.
[desligue o manual e vá ler um livro]



mas, antes, dá uma lida na minha coluna de estreia no [ótimo] blog vá ler um livro, do portal mtv. :)
[mágoa de livreiro]

(para aumentar, favor clicar)

aqui é possível ler a transcrição completa do cartaz. ♥

mimimi compartilhado pela freguesa marianna portella e + um monte de gente do tuinto.
[o livro roxo de jung]


- mocinho, por favor, você tem esse livro, só que roxo?

(sim, a freguesa estava apontando para "o livro vermelho". livreiro pensa em ter um avc, mas desiste da ideia e resolve desenvolver o assunto)

- como assim, minha senhora?

- então, é que eu estou decorando um ambiente e preciso de três metros de livro roxo. tem como você me arranjar esse livro grandão, só que roxo?

(esse livro grandão, só que roxo)

manual prático de bons modos em livrarias: ALÔ SAMU, MANDA UMA AMBULÂNCIA PRA ONTEM.

20111003

[pra q serve o roquen rio]

amor compartilhado pela freguesa lu. :)

- moça, tem o cd daquela cantora gorda que canta sentada?

(em tempos de roquen rio, livreira calcula = cantora gorda + canta sentada= #sentalaclaudia)

- o da cláudia leitte?

manual prático de bons modos em livrarias: não, não era. chora aqui no meu ombro, adele.

20111002

["tipo de tráfego" "origem" "palavra-chave"]


daí que alguém entrou aqui procurando por dicas de como "trollar na livraria". e, certamente, saiu com a cabeça cheia de ideias para azucrinar o primeiro livreiro que encontrasse pela frente. perfeito, é assim mesmo que se constrói um país. então, resolvi dar uma olhada ali no google analytics para ver como outros fregueses chegaram até aqui e, OLHA, tudo começou a girar, a girar, e eu disse: "berenice, segura, porque vai bater". sério, seres humanos, como eu, você e todos nós, entraram aqui querendo saber do google o seguinte:

"é emprestavel ou imprestavel" (R: alô, letícia [@bruxaOD], ajuda o rapaz)

"preços de tudo o que agente precisa numa livraria" (você só precisa de uma gramática. vou facilitar o seu trabalho: www.buscape.com.br + bechara. um beijo)

"espicificações do livro memorias postumas de bras cubas" (novamente, @bruxaOD, trata-se de um vestibulando sim ou claro?)

"preciso fazer um trabalho sobre o violao que tenha bibliografia como posso emcontrar" (olha que EXEMPLO de pessoa. aposto que chegou com uma lista de livros na livraria e não deu um pingo de trabalho [ironia])

"gente grande hippies" (vários grande hippies reunidos, aqui)

"pesquisa sobre comunidade hipi" (no link acima, você encontra um interessante documentário sobre o assunto)

"saramago ´e brasileiro?" (R: primo do jorge amado)

"gera samba" (gente de bom gosto: trabalhamos)

"
o que é ter educação" (não ensinamos, mas tratamos com carinho [mentira])

"preciso ser mais educada" (amg, e eu preciso ser mais tolerante. como fas/)

"como dar um oi pra pessoa mal educadaa" (não dê oi, dê amor, FASAMOR)

"e a vontade de viver? manual de bons modos" (R: não tá fácil prá ninguém)

"presente para futuro namorado" (dica "tiro e queda", vai por mim e clica aqui)

"
livro agape vem com tres paginas em branco" (bobinho, não é defeito, é um espaço pra você desenhar, colorir e colar)

"me informe exatamente as paginas que estão faltando?" (google, sinto inveja da sua paciência diante perguntas do tipo. ensina?)

"ninguem ama com bons modos" (valesca popozuda, sua querida, te entendo)

"em qual canal de tv tem o programa da ofelia" (HAHAHAHAHAHAHA ♥)

e a MELHOR de todas:

"
para que serve o roquen rio?"

manual prático de bons modos em livrarias: não tenho nada a declarar. vou deixar tudo pra @bruxaOD.