robin hood futebol clube, só que não



freguesa: moça, bom dia. eu preciso presentear um garoto de dez anos, ele gosta bastante de futebol.

(vocês que dão 'bom dia' para o livreiro e conhecem a pessoa para quem vai dar o presente: muito amor)

livreira: ah, legal, você quer dar algum livro de time de futebol? 

freguesa: não.

(alá, cabô amor. mas só melhora, prometo)

livreira: hm, e o que você tem em mente?

freguesa: ah, não sei, queria alguma coisa sobre cultura...

livreira: sobre a cultura do futebol?

freguesa: não, algo tipo robin hood.

(HAHAHAHAHHAHAHAHAHHA)

livreira: tipo robin hood, sei.

manual prático de bons modos em livrarias: quem trabalha no setor infantil de uma livraria, além de fazer cosplay de recreador infantil, sabe que a maioria dos fregueses chega pedindo as coisas mais absurdas do universo. te dou um exemplo? "ah, eu queria um livro de adulto, só que com linguagem para crianças". bang.

10 comentários:

  1. Eu daria 50 tons de cinza. Sério.

    Já viu leitores e livreiros insensatos, mas e um teclado? Nunca? Então corre lá no http://insensatoteclado.blogspot.com.br e confira.

    ResponderExcluir
  2. Finalmente um post novo aqui no manual; andava com medo de entrar nas livrarias sem ninguém para me orientar.

    ResponderExcluir
  3. Caro livreiro, você não entendeu, a idéia era um livro sobre roubar a bola dos ricos e entregar aos pernas de pau. Ou algo assim.

    De uma ex-atendente de mega book store (G-sus me salve daqueles dias)

    ResponderExcluir
  4. poxa, acho q estou ficando enloquecida como a clientela. achei q "ah, eu queria um livro de adulto, só que com linguagem para crianças" faz super sentido. são as adaptações literárias! por ex. um romance é um livro de adulto, mas adaptado tem linguagem de criança... ou não?

    ResponderExcluir
  5. Sessão infantil e infanto juvenil de livraria é, no olhar dos clientes, o lugar onde jogar seus filhos e descontar a frustração nos livreiros. No olhar dos livreiros é o inferno na terra.
    O tormento vai desde pais que querem que os filhos sejam ~cultos~e fazem das crianças pegarem horror de livros (tipo quando o menino foi, voluntariamente, escolher "diário de um banana" e a mãe disse que ia fazer ele ler "meu pé de laranja lima" porque "na sua idade era isso que eu gostava então é isso que vc vai ler - amiga, vc não tem a idade dele tem mais de 30 anos) até pais que levam os filhos pra rasgar livros e sentam nos pufes pra ver os filmes enquanto as crias correm soltas (e esse filme, mocinha, não dá pra trocar?), incluindo o caso do pai q fugiu depois de a filha fazer xixi no chão e do pai que viu o filho derrubar um sorvete e disse NA MINHA CARA "venha filho, a mocinha limpa, é pra isso q ela taí".
    Eu tenho ganas de bater em quem me chama de mocinha até hoje.

    ResponderExcluir
  6. 44 do segundo tempo.
    Robin passa para Frei Tuck, que toca para João Pequeno, que dribla o xerife de Nottingham e cruza de volta para Robin, que dá um toque de calcanhar para Lady Marian que corre sozinha para o gol... ela chuta, o malvado goleiro príncipe João se estica mas a bola entra e é gol! GOOOOOOOOOL! De Lady Marian!
    Ricardo Coração de Leão entra nos acréscimos e amplia para o time de Sherwood.
    Placar final:
    Sherwood 3 X 1 Nottingham.

    ResponderExcluir
  7. É pra essas e outras que deveria existir um "Doce Veneno de Escorpião" para crianças... ilustrado!

    ResponderExcluir
  8. melô do freguês "tô te explicando pra te confundir, to te confundindo pra te esclarecer"

    ResponderExcluir
  9. Isso de "livro de adulto, só que com linguagem para crianças" eu até entendo. meu sonho é diagramar um livro todo ilustrado e fofinho sobre assassinatos. (oi)

    ResponderExcluir
  10. Acho que entendi o que a freguesa quis dizer... um livro com um personagem que goste de futebol e que viva aventuras. É bem possível que exista, mas aí tem que ser um conhecedor de literatura infanto-juvenil. E sobre um livro de adulto com linguagem para crianças também dá pra entender, já que muitos títulos são definidos dessa forma por quem os leu, e tem as adaptações, que acredito que também se encaixam nesta categoria.

    ResponderExcluir

<< >>