[q rei sou eu?]



- por favor, tem cd do rei?

(rei leão?)

- o senhor procura cd do roberto carlos ou do elvis?

- não... eu quero cd do ray charles.

manual prático de bons modos em livrarias:  prezado pelé, nem pense em lançar cd. obrigada. OH WAIT, tia duna manda avisar: "o pelé tem dois cds gravados". vésh

10 comentários:

  1. A Bê Cê
    A Bê Cê

    Toda livreira tem vontade de morrê ♫♪

    ResponderExcluir
  2. O Pelé tem 2 CDs gravados, já pode ficar com medo.

    ResponderExcluir
  3. Nada melhor pra enfrentar um dia cheio na livraria do que ler os posts do blog. Viciei já!

    ResponderExcluir
  4. história verídica:
    minha amiga toda animada fala para a mãe:
    - mãe, vai passar o filme do ray charles.
    a mãe:
    - filha, o charles não é rei, é príncipe.
    fim.

    ResponderExcluir
  5. Acho que pior que essa foi uma que eu tive que aguentar na fatídica semana do natal:

    - Moça, vc ainda tem daquele livro de capa amarela escrito por aquele cara flho de um jornalista?

    (Oi? eu tenho cara de bola de cristal?)

    Mostrei pra ele pelo google que seria praticamente impossível fazer esse filtro de busca que ele queria e tals... e depois de muuuuuuuuuuuita encheção de saco ele se convenceu de que, sem no mínimo um dado, eu conseguiria achar o livro só através de um passe de mágica.

    ResponderExcluir
  6. Só queria dizer que descobri o blog ontem, estou de férias e li inteirinho. Viciei.

    ResponderExcluir
  7. Hillé, li o blog todo ontem de uma pegada (produtividade, kd)e na maior parte do tempo tive que segurar a risada aqui. Já fui livreira, por longos 5 meses, e apesar de adorar meus colegas, tinha uma gerente muito da abusada e passei por mais constrangimentos e falta de educação que por situações cômicas - claro, hoje em dia eu rio quando lembro, mas na época eu queria morrer. Mudei de profissão apesar de sentir falta de viver no meio dos livros tentando incitar algum gosto por literatura (nos que me ouviam) e deixar metade do salária na livraria. Ah, o desconto pra funcionários, que saudade!!!
    Well, ainda assim, tive que mudar, pq o salário não condizia com o tanto de situção absurda e o horário - e o cansaço - dificultavam os estudos. Mas saí com um bocado de história pra contar e muitas eu relacionei com o que li.
    Detalhes: Minha responsabilidade era o setor infantil. PENSE. Já tive que limpar chão onde uma criança fez xixi, já perderam criança dentro do meu setor - chamaram a polícia em vez de me perguntar se a criança tava lá - já tive que bater boca com um desavisado que ia lá todo domingo, reclamar dos desenhos que passavam, espalhar gordura de mc lanche feliz, deixar a filha rasgar tudo q via a ia embora sem comprar nada, já tive que procurar "um livro verdinho" sem nome nem autor, e cheguei no ápice de ver a gerente expulsar um amigo meu que foi comprar lá pq ela achou q eu estava batendo papo com ele. Sem mencionar as conversas bizarras com clientes que não sabem doq tão falando e colegas mais desinformados ainda.
    Mas claro q valia a pena tb. Qdo, por exemplo, alguém elogiava o atendimento e se indignava por não termos sistema de comissão, eu ganhava o dia. Palmas eternas pras duas meninas que aqueceram meu coração:
    "Moça, to procurando o livro do Amos Óz, e tb um do Poe"
    (Depois de encontrar os livros e os preços gentilmente pras duas)
    "Ah, moça, leva a mal não... mas mesmo a edição de bolso tá cara. Olha, vou ali na concorrente pesquisar."
    (Dez minutos depois elas voltam)
    "Moça, vou comprar com vc. Olha, é um absurdo. Além do atendimento de vcs ser muito melhor, lá a moça não sabia nem como escrever POE! Nem sabia quem era! E era mais caro ainda! Sério, vou sempre comprar aqui com vcs agora, nada é melhor que o bom atendimento de vocês. Tem um cartãozinho de atendimento pra eu levar"
    "Ah, aqui a gente não recebe comissão pelas vendas, então não precisa de cartãozinho"
    "O que? Mas é um absurdo! Você atende tão bem! Olha, vou falar lá com a gerente que gostei muito do atendimento e que vcs merecem comissão sim!"

    Amor eterno <3

    ResponderExcluir
  8. Isso aqui é uma maravilha ! "Entrar numa livraria é, em si mesmo, um ato terapêutico. Ops, terapêutico... Você passa por cada uma, quando não se tem o devido contato com os livreiros. - pode deixar. Eu me ajudo sozinha! Obrigada Senhor." O blog é genial.
    Abraço
    Rayssa

    ResponderExcluir
  9. Isso aqui vicia completamente.

    ResponderExcluir

<< >>