[oi, 2013]

                                                             livreiros em ritmo de festa
 

dia quente de dezembro, véspera de natal, livraria mais lotada que a praia de copacanaba no reveião. livreiro desinibido e dando sopa (porque a freguesia acha que livreiro parado é livreiro dando sopa) é abordado por freguesa portuguesa.

freguesa (ansiosa, abanando o livro): moço, não tem preço?

(preço, minha senhora? estamos numa ONG, é só colocar na bolsa)

livreiro: dê aqui, vamos verificar na maquininha (BIP!). a senhora faz parte do nosso programa de fidelidade? é que esse tá com preço promocional para quem é filiado.

freguesa (demonstrando muita felicidade): AHHHHH, E HOJE AINDA É FERIADO?

manual prático de bons modos em livrarias: alô, carlos alberto de nóbrega, rola um revival daquele quadro querido d'a praça é nossa?

9 comentários:

  1. É cada uma que aparece... Muito bom.

    ResponderExcluir
  2. rir alto em livrarias pode? (cheguei aqui por acaso e por motivos de risos aparecerei mais vezes)

    ResponderExcluir
  3. Haaahhhahaha,
    Sinceramente? Eu me divirto aqui!!!
    adoro!!

    ResponderExcluir
  4. Hillé!
    Aqui em Madri há uma livraria de livros grátis! Hehehe :D http://www.librerialibroslibres.org/
    Totalmente excelente o seu blog!
    Um grande abraço, Raul.

    ResponderExcluir
  5. Juro que lembrei do blog quando fui passar o livro na maquininha pra ver o preço e não tava passando de jeito nenhum ahahahaha
    Aí pedi pra moça ver pra mim, mas avisei que não estava passando na máquina!

    ResponderExcluir

<< >>